sábado, 5 de setembro de 2009

para você


e agora somos em partes
as partes de tudo que queríamos ser.
sinto em sua boca pedaços do céu
e em seu olhar pedaços de sol.
quando você parte
a noite se enxe de partes da lua.

acorde dos seus sonhos
durma em meus braços
leve-me para longe
junto aos seus pensamentos
onde só você pode me achar

nós temos um ao outro
longe, na imensidão da imaginação
e nada se compara a essa sensação familiar

venha agora, não preciso dizer
que te amei à primeira vista
eu já vi seu rosto em algum lugar
seria você um dejá-vù?

7 comentários:

  1. dejá-vù ou não, acho que devemos aproveitar!

    ResponderExcluir
  2. sem fantasmas dessa vez, eu espero. analogias interessantes, como sempre! um ótimo começo de quarta-feira, querido.

    ResponderExcluir
  3. excelente china!! sem comentários!!!

    ResponderExcluir
  4. "sinto em sua boca pedaços do céu", é bem isso...

    ResponderExcluir